III Simpósio Internacional Lavits

As modulações da vigilância estão hoje atreladas a uma rede extremamente heterogênea de elementos atuantes em múltiplas escalas. Aparatos de vigilância de massa, como os revelados por Edward Snowden, conectam Estados e corporações; agências de segurança nacional e dados pessoais na Internet; espionagem de chefes de Estado e interesses de mercado; guerra ao terror e empresas do Big Data.

Tais dinâmicas da vigilância contemporânea nos levam a retomar a noção de território segundo diferentes níveis de questionamento. Discutir o território nesse contexto é também definir as condições de existência de indivíduos, instituições, corpos e subjetividades. Territórios informacionais, urbanos, subjetivos, da produção ampliada de valor, do comum, entre outros, são ora zona privilegiada, ora zona de resistência às estratégias da vigilância e do controle. Ao mesmo tempo, ações e reflexões no plano tecnopolítico vêm criando um campo fértil de táticas que contestam tais estratégias e exploram outros modos de habitar e agir coletivamente nas redes sociotécnicas contemporâneas.

Vigilância, Tecnopolíticas e Territórios constituem assim a tríade de problemas que compõem o III Simpósio Internacional da Rede Latino-americana de Estudos em vigilância, tecnologia e sociedade/LAVITS, a ser realizado entre 13 e 15 de maio de 2015 no Rio de Janeiro. Tríade que afeta especialmente esta cidade, no interstício de uma série de megaeventos que deixam como legado uma expressiva e renovada gama de tecnologias de segurança e vigilância. Além disso, o Brasil e outros países latino-americanos vivem um ciclo de lutas e protestos em que a cidade e as redes de comunicação distribuída ocupam um lugar decisivo, tornando fundamental a reflexão sobre vigilância, tecnopolíticas e territórios em escala global e local.

##Programa

###MESAS REDONDAS

####13 de maio de 2015 – 09h00-13h15

#####MESA 1 – POLÍTICAS CONTEMPORÂNEAS DE VIGILÂNCIA: OPACIDADE, TRANSPARÊNCIA, RESISTÊNCIA Prof. Dr. David Lyon (Queen’s University)
Prof. Dr. Didier Bigo (Sciences Po e King’s College)
Prof. Dr. Sergio Amadeu (UFABC)
Mediação: Profa. Dra. Fernanda Bruno

#####MESA 2 – TERRITÓRIO, CONSTROLE, DESAPARIÇÃO Prof. Dr. Rogerio Haesbaert (UFF)
Prof. Dr. Tadeu Capistrano (UFRJ)
Mediação: Prof. Dr. Rodrigo Firmino (PUCPR)

####14 de maio de 2015 – 09h00-12h30

#####MESA 3: SUBJETIVIDADE, FANTASIA E VIGILÂNCIA Profa. Dra. Paula Sibilia
Profa. Dra. Silvia Viana (FGV-SP)
Mediação: Profa. Dra. Rosa Pedro (UFRJ)

#####MESA 4: BIOPOLÍTICA, ESTÉTICA, DIVIDUAL Prof. Dr. Ricardo Basbaum (UERJ)
Prof. Dr. Pablo Rodriguez (UBA)
Mediação: Prof. Dra. Fernanda Bruno (UFRJ)

####15 de maio de 2015 – 09h00-12h45

#####MESA 5: VIGILÂNCIA NA AMÉRICA LATINA Prof. Dr. Nelson Arteaga Botello (FLACSO, México)
Prof. Dr Guiomar Rovira (Universidad Autónoma Metropolitana, México)
Katitza Rodriguez (EFF)
Mediação: Profa. Dra. Marta Kanashiro (UNICAMP)

#####MESA 6: TECNOPOLÍTICAS: PRIVACIDADE E CRIPTOGRAFIA Prof. Dr. Marcio Moretto (USP)
Natalia Viana (Agência Pública)
Mediação: Prof. Dr. Henrique Parra (UNIFESP)

###SEMINÁRIOS TEMÁTICOS

####13 de maio de 2015 – 15h-17h ST 1 – PRIVACIDADE E REGULAÇÃO
ST 2 – TECNOLOGIAS DE (IN)SEGURANÇA NAS CIDADES
ST 3 – ATIVISMO E REDES

####13 de maio de 2015 – 7h30-19h30 ST 4 – TECNOPOLÍTICAS E COMUNICAÇÃO
ST 5 – ESPAÇO CONECTADO, MOVIMENTOS CONTROLADOS
ST 6 – RESISTÊNCIAS ESTÉTICAS DA VIGILÂNCIA

####14 de maio de 2015 – 15h-17h ST 7 – DADOS PESSOAIS: PROTEÇÃO, PROSPECÇÃO, CONTROVÉRSIAS
ST 8 – MEGAEVENTOS
ST 9 – VIGILÂNCIA EM CONTEXTOS LATINO-AMERICANOS

####14 de maio de 2015 – 17h30-19h30 ST 10 – AFETOS E MODULAÇÕES: ENTRE VIGILÂNCIA E CONTROLE
ST 11 – VIGILÂNCIA EM MASSA E BIG DATA
ST 12 – BIOVISIBILIDADES

###SEMINÁRIO ABERTO LAVITS

####15 de maio de 2015, de 15 às 18h Rodada de apresentação da Rede Latino-Americana de Estudos em Vigilância, Tecnologia e Sociedade/LAVITS e de outros coletivos, redes e grupos que trabalham com temáticas afins. O objetivo deste seminário é abrir vias de diálogo e de cooperações futuras entre pesquisadores, ativistas, artistas, profissionais, coletivos e organizações interessados nas relações entre vigilância, tecnologia e sociedade na América Latina.

###OFICINAS Alternativas seguras para aplicativos Android: primeiros passos para o SecureGen Anteprojeto de Lei de Proteção de Dados Pessoais: Um guia para o debate da consulta pública. Oficina Antivigilância

###INTERVENÇÃO AUDIOVISUAL Video interrupción: Nuevas Fronteras del Control

###PARTICIPANTES E CONVIDADOS CONFIRMADOS David Lyon (Queen’s University, Canadá)
Didier Bigo (Sciences Po, Paris e King’s College, Londres)
Fernanda Bruno (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)
Guiomar Rovira (Universidad Autónoma Metropolitana, México)
Henrique Parra (Universidade Federal de São Paulo, Brasil)
Katitza Rodriguez (Electronic Frontier Foundation, Direitos Internacionais)
Lucas Melgaço (Universidade Livre de Bruxelas, Bélgica)
Marta Kanashiro (Universidade Estadual de Campinas, Brasil)
Natalia Viana (Agência Publica, Brasil)
Nelson Arteaga Botello (Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales, Flacso, México)
Pablo Ortellado (Universidade de São Paulo, Brasil)
Pablo Rodriguez (Universidade de Buenos Aires e Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas, Argentina)
Paula Sibilia (Universidade Federal Fluminense, Brasil)
Rafael Evangelista (Universidade Estadual de Campinas, Brasil)
Ricardo Basbaum (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)
Rodrigo Firmino (Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil)
Rogerio Haesbaert (Universidade Federal Fluminense, Brasil)
Sergio Amadeu (Universidade Federal do ABC, Brasil)
Silvia Viana (Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, Brasil)
Tadeu Capistrano (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)